Frase do dia

Written by doc on 26 de janeiro de 2009 – 10:22 -

Aqueles que se acham “espertos” e não sabem contar o tempo, acabam morrendo sozinhos e fudidos


Posted in Comentários | 7 Comments »

O vencedor está só – Resumo do livro novo de Paulo Coelho

Written by Roberto Obolg on 23 de julho de 2008 – 21:40 -

Downloads grátis dos livros do Paulo Coelho

Paulo Coelho está para lançar um novo livro: “O vencedor está só“. Segundo os resumos espalhados pelos sites de vendas de livros pela Internet, trata-se de um romance que gira em torno do mundo da fama e das celebridades. A ação deverá ficar por conta de um serial killer que irá cometer 5 assassinatos em um cenário que envolve muito sexo de famosos e celebridades, drogas e violência.

Como podem perceber, a esperteza do mago juntou os três ingredientes que mais seduz o público do vazio e conseqüentemente, os patrocinadores da sua cadeira na ABL. Mas como todo mago guarda um trunfo na cartola, um outro poder de sedução, marca registrada de Paulo Coelho, é a capacidade de te oferecer um Universo cósmico que gira em torno dos seus desejos, conspirando à seu favor, desde que você ACREDITE.

Não conhece o Paulo Coelho? – Não perdeu nada!

De qualquer forma, segundo o dicionário do Log de MSN, Paulo Coelho é:

… escritor de folhetins escrito em linguas estrangeiras que depois de traduzidos para russo, japonês, inglês, espanhol, hebraíco, árabe, aramaico, etc., ganha tradução para o português. Ao ler Paulo Coelho, fora as idéias de que tudo você pode conseguir caso acredite no Universo, você tem uma “estranha” impressão de ter visto aquela idéia antes em algum lugar. Como sugestão, indico a obra “Na margem do rio Pietra eu li Paulo Coelho sentei e chorei.

Muitos dos livros do Paulo Coelho são disponibilizados gratuitamente para download em seu site oficial. Mas só depois de um bom tempo que o livro ficar nas vitrines, portanto, não pense que você encontrará “O Vencedor está só para download assim que lançar! Sorte a sua =)


Tags: , , ,
Posted in Comentários | 62 Comments »

Problemas de acento no feed RSS

Written by doc on 18 de julho de 2008 – 14:41 -

Estamos com problemas de acentuação nos feed RSS. Aparentemente o problema está no FeedBurner. Estou procurando a solução e logo estará tudo OK novamente.


Posted in Comentários | 1 Comment »

Como enganar ou burlar um Bafômetro (é possível?)

Written by doc on 17 de julho de 2008 – 17:14 -

Depois que entrou esta nova lei que pune quem dirige embriagado, todo mundo começou a resmungar, falar mal e tudo mais.

O que ninguém ainda percebeu foi que a lei não proíbe beber. Ela proíbe beber E dirigir.
Eu já tive um carro batido por um cara que estava tão bêbado que mal parava em pé. Se naquela época existisse a tal lei, ele com certeza ficariam um bom tempo na cadeia.

Apesar de todo mundo falar que o bafômetro mede o nível de concentração de álcool no sangue, na verdade ele analisa o ar exalado do pulmão e através de substâncias químicas consegue chegar a um valor determinando seu “grau”.
Não existe uma forma de “burlar” um bafômetro. A única coisa que da para fazer é sentar e esperar. Nem mesmo tomando glicose você resolverá o problema da embriaguez.

Por isso, a dica para enganar o bafômetro é NÃO beber e sair dirigindo.  Isso evita mortes, perder a carteira de motorista e pagar multas :-)

[UPDATE]

Para quem quiser uma dica. Leia o comentário abaixo do leitor Bruno!


Posted in Comentários | 27 Comments »

Comentário em blog leva blogueiro russo à prisão

Written by adv on 8 de julho de 2008 – 9:52 -

Blogueiro russo acusado de promover e incitar o ódio e a hostilidade em blog, é condenado a 1 ano de prisão. (Fonte: G1 Notícias)

Segundo um jornal do país, o texto escrito pelo blogueiro dizia que “aqueles que se tornam policiais são uma corja”, devendo esses serem queimados em fogueiras.

Certamente que as palavras do autor, para muitos, são extremamente agressivas. Trazendo uma outra problemática, poderíamos perguntar: serão as palavras capazes de agredir ou quem as lê que se fere por não saber manuseá-las?

Não seria a linguagem o nosso maior bem, que permite que o conhecimento seja historicamente “acumulado”, de modo que não precisamos reinventar o fogo a cada geração?

A violência ocorre sob várias formas em diversas condições sociais, mas parece-me que uma sensibilidade desproporcional acomete as pessoas que, criticam, discordam e brigam, pelos mais diversos motivos, mas rejeitam veemente a idéia de serem criticadas.

Seres humanos mimados, incapazes de conviver com críticas e rejeições estão se ferindo com as palavras alheias e vão declamar suas lágrimas querendo a todo custo a punição daquele que ousou usar-se da linguagem para expressar sua opinião.

No caso em questão, dizer que os policiais são uma corja e deveriam ser queimados expressa uma opinião do autor, independente dos vários significados que ela possa assumir ao leitor. Talvez devesse ser analisada pelos danos que ficarem comprovados. – Tais palavras motivaram alguém a realmente atear fogo nos policiais ou ficaram apenas no campo da verbalização?

Se fôssemos maturos o suficiente, isso talvez não deveria ser motivo para causar alarde entre os setores sociais. – Mas sem utilizar o fogo o russo parece realmente ter queimado os policiais na fogueira.

A liberdade de expressão em sua totalidade é um mito, mas um mito na qual as pessoas, felizmente, parecem ter aprendido o quão perigoso é quando ameaçado. De tal forma que qualquer questão envolvendo o cerceamento da livre expressão é intensamente posto às prateleiras da mídia.

Que bom seria se fôssemos honestos o suficientes para conviver com opiniões diversas, por mais absurdas que elas possam nos parecer.

Isso não significa que não devemos criticar ninguém. Pelo contrário, deveríamos sim, exercer nossa livre expressão em sua forma contrária. Ora pois, se sou um policial ou alguém que discorda da opinião do blogueiro, porque não utilizo, também, a linguagem para arquitetar uma crítica em relação às discordâncias, ou simplesmente as trato com indiferença?

Eis o homem bem polido pela civilização, esqueceram o Ser e agora agarra com toda sua covardia no futuro e no progresso, se esconde por trás de um ideal de “politicamente correto” moldado ao prazer de seus próprios valores. Valores de caráter “humano, demasiadamente humano” (Nietzsche).


Posted in Comentários | 3 Comments »




© LogDeMSN. Alguns direitos reservados. Licença Creative Commons SA
Este site é rentabilizado pelo programa Google AdSense. Leia a nossa política de privacidade para aceitar a navegação